.

.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

“Claro que já fiquei dividido entre várias mulheres. Mas quem nunca ficou?”

Desde que apareceu em “Malhação”, em 2007, Caio Castro se tornou o queridinho das adolescentes. Tanto que passou a fazer semanalmente bailes de debutantes por todo o País e nem mesmo agora que ganhou um papel no horário das 19h, em “Ti-Ti-Ti”, deixou de lado este grande filão.

“Uma vez fiz uma festa para 300 debutantes de uma só vez em Betim [MG]. Tive que fazer fotos com as 300 meninas”, diverte-se o Edgar de “Ti-Ti-Ti”. Se forem somados todos os eventos que o ator fez nestes anos, pode-se chegar a quase 300 bailes de debutantes. E ele não pretende parar tão cedo.

Para viver o Edgar, de “Ti-Ti-Ti”, o ator de 21 anos teve de passar por uma transformação, a pedido da produção da novela. Caio abandonou os inseparáveis cachinhos e adotou um corte moderno e uma leve barba para aparentar um rapaz um pouco mais maduro.

Dono de uma agência de modelos, o personagem se relaciona com duas mulheres ao mesmo tempo: a sócia Luisa [Guilhermina Guinle] e a noiva Camila [Maria Helena Chira]. E uma terceira está para entrar em sua vida, a doce Marcela, interpretada por Ísis Valverde. Tudo porque a moça vai abrir os olhos do rapaz, dizendo que o que ele está fazendo não é certo.

“Esse é o grande ti-ti-ti da história do Edgar. Porque ele não faz por mal, acha que está certo”, defende Caio, confessando que já enfrentou o mesmo dilema de seu personagem na vida real. “É claro que já fiquei dividido entre várias mulheres. Tenho só 21 anos… Mas quem nunca ficou até encontrar a mulher ideal?”, justifica, aos risos.

“Estou namorando a novela”

Apesar de estar encantado com a possibilidade de mostrar uma faceta mais adulta, Caio – que foi descoberto em um concurso do programa “Caldeirão do Huck” – admite que tem sofrido um bocado para encarnar o personagem. Principalmente porque jura não ter absolutamente nada a ver com Edgar.

“É um desafio para mim esse cara. Porque não tenho referência pessoal alguma”, confirma ele, que – ao contrário de seu “pegador” personagem – está sozinho na vida real. “Estou namorando a novela. Ando muito ligado e apaixonado pelo meu personagem”, despista.

Extremamente calmo ao falar, ele jura não se cobrar tanto por estar em uma novela das sete. “Me cobro, mas não pensando diretamente nos outros. Cobro para mim, para me superar, para mostrar o meu trabalho, para me sentir bem”, garante.

Tamanha segurança pode ser atribuída ao tempo em que atuou em “Malhação”, novela que, segundo ele, lhe ensinou tudo o que sabe. “Aprendi bastante lá. Desde a parte técnica, de câmera e luz, até a me comportar, a ter responsabilidade”, reconhece.

O ator se envolveu tanto com a novela adolescente que no dia em que gravou sua despedida da história não conteve o choro. “Aquela cena do casamento não era para chorar. Era para ser feliz. Tentei não chorar porque não era o personagem que estava chorando, e sim eu”, lembra.

Mesmo depois que saiu da novelinha da Globo, ele diz que não abandonou as fãs. “Sempre que posso, sou totalmente atencioso. Às vezes, sou meio desligadão e acabo esquecendo de responder e tal. Mas a internet e o Twitter me ajudam muito”, conta.

1 comentários:

É muito bom ver o Caitcho em uma novela de peso como essa, mas sinto muita falta do personagem Bruno em Malhação =)

Postar um comentário