.

.

domingo, 5 de setembro de 2010

Jovens atores de 'Ti-ti-ti' renovam elenco de galãs da Globo

RIO - Cansada dos bonitões de sempre na tela da sua televisão, prezada telespectadora? Que tal sintonizar em "Ti-ti-ti"? A atual novela das 19h - responsável por promover as pazes entre a audiência e o horário - traz um grupo de jovens atores promissores. Com carisma, talento e beleza suficientes para integrar a nova seleção de galãs da Globo, Humberto Carrão, Caio Castro, Alexandre Slaviero, Rafael Cardoso e Guilherme Winter têm agora bons papéis nas mãos. E a chance de se destacar.

Veja os galãs de 'Ti-ti-ti' em outros momentos de suas carreiras
Caçula do grupo, Carrão, de 19 anos recém-completados, esteve duas vezes em "Malhação" - em 2004 e 2009. Na temporada do ano passado, fez o vilão Caio. Em "Ti-ti-ti", interpreta Luti, o bom moço que irá despedaçar o coração de Gabriela (Carolina Oliveira) ao terminar com a garçonete para ficar com Valquíria (Juliana Paiva). Ele tornou-se "o" galã jovem do remake escrito por Maria Adelaide Amaral.

- A finalidade do Luti não é atrair o público feminino dessa forma, mas acho legal ser visto como galã. É legal, e só. Para mim, o mais interessante é notar a renovação entre os atores mais novos. Tem muita gente boa aí que não consegue aparecer - conta Carrão, afirmando não pautar sua carreira pela estampa. - Posso ficar careca e barrigudo que continuarei sendo ator.

Estudante de Cinema e flamenguista roxo, ele aponta Caio Castro, seu colega de elenco também em "Malhação", como o tipo que faz sucesso com as mulheres.

- Caio, sim, é galã! - diz Carrão, surpreso ao saber que ficou em primeiro lugar, com 41% dos votos, numa enquente do site da Revista da TV que pediu aos leitores para escolherem o jovem galã preferido de "Ti-ti-ti".

Castro ficou em segundo, com 34%. Aos 21 anos, o paulistano faz sucesso agora como o fotógrafo Edgar, que na trama é sete anos mais velho do que ele. Noivo de Camila (Maria Helena Chira), o personagem tem um caso com a sócia Luisa (Guilhermina Guinle), mas se apaixonou por Marcela (Ísis Valverde). Apesar de ser infiel, agrada ao público.

- Ainda não me sinto totalmente confiante, mas sei que sou capaz de dar conta desse personagem, que é mais difícil do que o Bruno de "Malhação" - compara Castro, estudante de Psicologia.

Com exceção de Cardoso, os outros quatro galãs de "Ti-ti-ti" passaram por "Malhação". Descoberto em um concurso promovido pelo "Caldeirão do Huck", Castro permaneceu na novela adolescente por três temporadas.

- Tive um grande espaço, mas agora me sinto numa vitrine maior.

O personagem de Castro encontrará concorrência na figura de Guilherme Winter. O paulistano de 31 anos interpreta Renato, herdeiro rico que engravidou Marcela e foi passar um temporada em Londres depois de se desentender com a moça.

- Renato voltará para Brasil e vai lutar pela Marcela - adianta Winter.

O ator já apareceu num papel pequeno em "Cobras & lagartos", fez um professor em "Malhação" e chamou a atenção como o idealista Otávio, de "Paraíso". Com uma faculdade de Desenho Industrial trancada, quase foi skatista profissional.

- Já trabalhei com mil coisas e passei pelo conflito de não saber o que fazer até trabalhar com cenografia e descobrir o teatro. Sempre gostei de mexer com madeira e adoro pintar - conta Winter, que toca violão e quer aprender a tocar trompete.

Torcedor do Atlético Paranaense, Alexandre Slaviero, de 26 anos, já treinou para ser jogador de futebol, começou a faculdade de Administração e hoje é sócio de um restaurante japonês no Rio.

- Tive que desistir do futebol para me dedicar aos outros planos. Vim para o Rio com 18 anos para me profissionalizar como ator.

No ar em sua terceira novela (depois de "Duas caras" e "Caras & bocas"), o curitibano exercita sua veia cômica como o encanador-eletricista Armandinho, disputado por Desirée (Mayana Neiva) e Stéfany (Sophie Charlotte).

- Armandinho é bronco, mas acho que chama a atenção das mulheres por ser encanador. É uma fantasia. Elas gostam de um trabalhador braçal, suado... - teoriza.

Na trama, Armandinho é rival de Jorgito, playboy que traça todas, mas deseja mesmo Desirée. O gaúcho Rafael Cardoso, que já viveu o adolescente Klaus em "Beleza pura", e foi seduzido por Marília Gabriela na minissérie "Cinquentinha", faz o pegador das 19h.

- As novelas pedem personagens arquetípicos. Sou ator, independentemente de ser ou não galã - defende Cardoso, de 25 anos, que classifica Jorgito como bon vivant.

Ele chega para a entrevista mostrando os pés e a barriga machucados depois de gravar cenas de briga - ele não usa dublê:

- Jorgito bate e apanha muito! Já levei soco na cara até da Claudia Raia.

O gremista Cardoso também já quis jogar futebol no passado e chegou a treinar profissionalmente. Mas a vontade de atuar prevaleceu. Casado com a atriz Mariana Bridi, o ator já protagonizou cenas de sexo e nudez na minissérie da Globo e no filme "Do começo ao fim", em que vivia um incesto homossexual com o irmão. Garante ter tirado a exposição de letra.

- Você tem que estar aberto para o que os personagens pedem. Não tenho problema com nudez. O corpo taí, é nossa ferramenta - defende.

O fato de aparecer sem camisa em "Ti-ti-ti" tampouco o incomoda:

- Isso está sendo explorado, mas o personagem é assim. Eu mesmo proponho tirar a camisa quando gravo uma cena na beira na piscina. Mas o apelo não é sexual. A novela é uma comédia das 19h.

0 comentários:

Postar um comentário