.

.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

"Posso me machucar", diz Caio Castro sobre namoro com fã



No caso de Caio Castro, a vida não imita a arte. Se em Ti-ti-ti seu personagem Edgar foi capaz de se relacionar com três mulheres ao mesmo tempo, na realidade o ator não admite esse tipo de coisa. "Se eu namoro, não vou dar motivo para traição. Se já me traíram, eu não sei. Mas quando estou com uma pessoa tenho mais é que tratá-la bem para que isso não aconteça. Se for para fazer essa sacanagem, não tem porque a pessoa estar comigo", decreta o jovem, lindo e solteiro aos 21 anos.

Mas às fãs mais afoitas, é importante dizer: muita calma nessa hora! Apesar de estar livre, leve e solto, o ator garante que seu foco agora não é namoro. "O problema é tocar um compromisso sério. Sou a favor de estar com alguém quando realmente vale a pena. Não há problema se eu encontrar a mulher da minha vida hoje ou daqui a 10 anos. Não fico forçando ser feliz. Sou feliz independentemente de ter alguém ou não. Há outras coisas que me preenchem. Minha família, meus amigos", diz.

Na novela das sete, o galã vive agora uma fase monogâmica de mais responsabilidade. Apaixonou-se por Marcela (Isis Valverde) e, em nome desse amor, assumiu um filho que não é seu. Atitude um tanto quanto radical no ponto de vista de Caio. "Isso aconteceu bem perto de mim. Um amigo se apaixonou por uma garota que estava grávida. A criança nasceu, ele criou por um tempo e eu perguntava: 'Cara, o que você está fazendo?'. Acho uma situação muito difícil. É complicado, com 20 e poucos anos, assumir um bebê de outro cara, chamar de filho. Eu pensaria muito, colocaria tudo em uma balança para ver se esse amor pesava mesmo", assume com sinceridade.

Antes de se tornar 'pai' na ficção, no entanto, Edgar protagonizou cenas íntimas com Luisa (Guilhermina Guinle, de 36 anos), até então sua amante na história. Algum constrangimento na hora de se envolver com uma mulher mais madura e poderosa? "Fiquei meio assim no início. Não a conhecia. Mas ela foi supertranquila. E eu também já tinha me envolvido com mulher mais velha em Malhação. Fazer cenas com contato físico exige um pouco mais de cuidado mesmo. É preciso chegar aos poucos até relaxar. Mas a gente se deu muito bem", conta Caio.

Rodeado por tantas mulheres bonitas - na trama ele ainda namorou Camila (Maria Helena Chira) -, Caio admite que as piadinhas entre os amigos fora do meio artístico são inevitáveis. "Tá pegando, hein?! Daqui a pouco já tem matéria dizendo que está namorando", brincam. O ator, que na época de Malhação chegou a namorar a colega de elenco Sophie Charlotte, admite que é preciso ter discernimento para não misturar as emoções. "A gente empresta muito ao personagem, até demais. Tem que tomar cuidado ou você pode confundir as coisas em um primeiro momento. Nosso trabalho rompe qualquer limite ou barreira que possa existir. O caminho está aberto. Você não precisa quebrar o gelo porque a intimidade é feita ali na cena. Mas é tranquilo controlar isso e separar as coisas", resume.

Um dos nomes mais promissores da nova safra de galãs, Caio assume que a beleza ajuda na carreira. Mas também atrapalha. "Nem bem tinha entrado na TV e ouvia: 'Ele é só bonitinho. É mais um rostinho que quer aproveitar a fama para pegar todo mundo'. Mas acho que muita gente já percebeu que não estou aqui para brincadeira. Nem me deparei mais com esse tipo de comentário", afirma.

A beleza, é claro, também é um chamariz para o assédio da mulherada. Mas, por incrível que pareça, nem sempre foi assim. Na época do colégio, ele já foi esnobado. "Eu era meio diferente, usava cabelo comprido, com dread. Não era aceito por todo mundo. Ficava, mas elas não me levavam a sério. Depois que entrei em Malhação, uma garota que eu já conhecia chegou com o papo: 'Como você está bonito'. Só pude responder: 'Legal'. Isso é o mais gostoso", admite ele, que assume ter um certo pé atrás em relação a determinados tipos de abordagem.

Envolvimento com fã é complicado porque, pelo fato de estar na novela, é difícil alguém não me conhecer. "A pessoa diz que me ama, mas gosta do meu trabalho, do meu personagem. De repente posso não ser tão interessante quanto na TV. Em questão de relacionamento, nada é impossível. Mas não vou mentir: fico com pé atrás e em estado de alerta porque posso me envolver com alguém que está comigo só porque sou o cara da novela. Posso me machucar com isso".

E é preciso ser forte para resistir à tentação. Mas Caio parece já ter se acostumado. "Rola uma oferta grande pelo fato de ser conhecido. Mas é uma coisa de saber o que você quer para sua vida. Já aproveitei bastante, já fui pegador. E quem disser que não aproveitou é mentira. Posso até parecer um cara de 30 anos falando, sendo que só tenho 21, mas a verdade é que vivi isso muito cedo e de maneira bem rápida. Acho que essa coisa de jovem, da época de Malhação, ficou um pouco para trás", avisa. Difícil o cara, não? Mas, para as persistentes que ainda se interessam em saber, vai o recado do que desperta o interesse de Caio em uma mulher. "Reparo muito, até demais. Eu sou um pouco chato, exigente. Falam muito de bundão, mas, para mim, mulher tem que ter mãos e pés delicados, bem feitinhos", avisa.



2 comentários:

EU QUERO EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEELE!

Sou uma fã dele, mas acredito que ele tenha mais a oferecer do que só seu perfil de trabalho. As pessoas podem até por hora ver ele como seu prsonagem, mas logo veram com uma boa conversa que ele é mais que o Edgar Sampaio.

Postar um comentário