.

.

sábado, 12 de novembro de 2011

Luana vai salvar Antenor da morte em Fina Estampa


Luana (Joana Lerner) resiste muito ao seu dom que é prever o futuro, mas essa mediunidade a persegue. Enquanto faz uma meditação ao lado de Zambeze (Totia Meirelles), a garota dos cabelos rastafari fecha os olhos e tenta mentalizar só coisas boas. Mas ela começa a apertar os olhos, transpirar e sua respiração fica ofegante, quando ela começa a ver um incêndio.

Nas cenas que vão ao ar em breve, as labaredas não permitem perceber do que se trata. Pessoas gritam e choram próximas ao fogo num uníssono desespero. Luana ainda começa a ver ambulâncias e os vultos das pessoas daquele acidente horrível, até que ocorre uma grande explosão. A menina acorda do transe e grita.

Zambeze – O que foi Luana?

Luana – Vi uma coisa horrível, Zambeze...

Zambeze – Foi uma visão?

Luana – Não sei se foi visão, sonho. Só sei que foi terrível. Gente chorando, desesperada. O fogo aumentando mais e mais até que tudo explodiu...

Zambeze fica aterrorizada com a cena que acabou de ouvir e Luana, em pânico, chora e sai correndo. Álvaro (Wolf Maya), que estava chegando, fica assustado com o desespero da menina. A dona da pousada vai até ela para saber o que aconteceu. Arredia, a garota afirma que não quer mais sentir essas coisas e sai novamente.

Álvaro volta a insistir com Zambeze sobre o que aconteceu e a mística explica que Luana teve uma visão com fogo, gritos e sofrimento. Assustado, ele pergunta aonde e com quem, o que a esposa também não sabe responder e assinala que a garota precisa dominar esse dom logo, pra compreender melhor as visões.

O casal vai ao quarto de Luana conversar com ela e Zambeze leva uma xícara de chá para ela, que fica grata pela gentileza.

Zambeze – Você não pode ter medo do que vê. São visões, premonições, que você tem que dominar. Ao invés de afastar o pensamento, de negar seu dom, você tem que se concentrar, prestar atenção nos detalhes e decifrar o que vê. Se algo vai explodir, você pode salvar vidas! Tem que refinar, aprender, entender. Só assim saberá o que é, quando, onde e com quem...

Álvaro – Sei que muitas vezes duvidei do seu dom e fui grosseiro. Mas não resta dúvida que você foi escolhida por essa força que nos rege, tenha ela o nome que tiver. Por isso, agora sou eu que te digo: você tem um dom garota, não foge dele... Usa pra fazer o bem.

Luana – Obrigada pela ajuda. Eu vou tentar me entender essa coisa... Esse dom aí... que eu tenho.

Zambeze – E vai conseguir, meu anjo... Vai conseguir...

Álvaro – E pra evitar pânico e terror, enquanto você ainda decifra o que viu, vamos manter isso em sigilo.

No dia seguinte, Luana vai ao colégio e ela vê Antenor seguindo em direção a uma van quando tem um pressentimento ruim sobre o que vai acontecer. Imediatamente, a garota segura no braço do amigo para não deixá-lo entrar no veículo, mas ele a xinga dizendo que vai perder a van. O filho rebelde de Griselda (Lília Cabral) se solta e sai correndo em direção ao carro.

Neste momento, Zambeze chega e Luana se desespera dizendo que Antenor vai morrer e que tentou fazer com que ele não entrasse na van. De repente todos escutam um som forte de uma colisão. As duas voltam seus olhares para frente e veem o veículo que o garoto estava batendo no poste, virando e explodindo. Começa uma gritaria e o caos se instaura na frente do colégio. Luana e Zambeze, em meio à fumaça, ficam olhando o que restou da explosão. Só se vê correria, berros e choro.

Álvaro chega ao local acompanhado de Daniel (Guilherme Boury), Mandrake (Sandro Pedroso) e Gigante (Eri Johnson).

Álvaro – Zambeze! Cadê minha mulher?

Zambeze – Estou aqui, Álvaro!

Álvaro – Quase morri de susto! Quando ouvi a explosão e vi que você tinha acabado de sair.

Gigante – Mas o que foi aquilo?!...

Luana – A van!

Daniel – Explodiu?...

Luana – Eu senti que ia acontecer! Corri pra avisar Antenor...

Álvaro – Ele estava na van?!

Luana – Ele não quis me ouvir! Disse que não podia chegar atrasado, saiu correndo atrás da van...

Gigante – Não sobrou nada!

Daniel – O Antenor, meu amigo... Morto?! Não pode ser!

Gigante – Por enquanto a gente só sabe que a Van explodiu...

Zambeze – Coitada da Patrícia. Quando ela souber...

Álvaro – E a Griselda? É o filho mais querido!...

Lamentando o acidente, Zambeze percebe o próprio Antenor saindo do meio da fumaça que as chamas do acidente provocaram. A dona da pousada grita para que todos vejam o amigo e eles correm para abraçá-lo. Somente Luana fica no mesmo lugar, até que o filho de Griselda sai do abraço dos outros e vai até ela.

Antenor – Você me salvou!

FONTE: O Fuxico - O site que é referência sobre famosos. Notícias apuradas, sempre em primeira mão.

5 comentários:

cara eu to toda arrupiadaaa.muito loucooooooo
sania roberta

chique essa luana q isso ate arrupia

Aii q felicidade antenor não morreu
graças a Luana queridaa....amei amei

que bom que o antenor ñ morreu gosto muito dele eu tenho certeza que ele vai fik com a patricia

Postar um comentário