.

.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Totalmente contra qualquer tipo de preconceito

Na edição de QUEM que chegou às bancas nesta quarta-feira (23), o ator Caio Castro deu uma entrevista em que ele fala, entre outros assuntos, sobre o estudante de medicina Antenor, seu personagem em "Fina Estampa", vaidade, carreira, dinheiro e também sobre sua fama de “pegador”.

Esse último tópico acabou gerando polêmica em veículos da mídia e em redes sociais, o que deixou Caio chateado. “Uma frase solta da entrevista que dei está causando uma impressão errônea”, disse o ator a QUEM, no início da noite desta quarta-feira (23). “Não sou preconceituoso, tenho vários amigos gays e sempre respeitei qualquer tipo de diferença”, continuou ele.

A “frase solta” a qual o ator se refere é: “Antes pegador que veado, né?”. A pergunta feita por QUEM foi: "Você tem fama de pegador. É verdade?" A resposta de Caio, transcrita na íntegra nas páginas da revista foi: "É o que dizem. Não acho que sou pegador. Mas vou te falar uma parada também, se você não tem fama de pegador e é solteiro, fica com fama de veado. Então, antes pegador que veado, né? Falam tanto, o povo é muito curioso."

O ator esclareceu que disse a frase sem a intenção de agredir ou de ferir ninguém, até porque, frisa, é “totalmente contra qualquer tipo de preconceito, seja qual for”. “Usei a expressão para falar da minha fama de pegador, apenas, e não de forma pejorativa”.

1 comentários:

é ridiculo ver como os veiculos de midia mudam as historias e como as redes sociais espalham uma coisa q nem sabem se é verdadeiro ou não!

Postar um comentário