.

.

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Caio Castro não liga para boatos de affairs: 'Vejo pelo lado bom'



      Caio Castro atraiu fãs ao Shopping Bourbon, em São Paulo, ao participar da reinauguração da loja C&A no local. Ao chegar, o ator foi surpreendido pela quantidade de pessoas que se aglomeravam para ter uma foto a seu lado ou pegar seu autógrafo. Além das mulheres, vários homens também quiseram ficar a seu lado por alguns segundos. Um deles levou uma cueca para ele autografar. Caio afirma, no entanto, que o assédio masculino não aumentou. "Continua igual. O assédio de uma maneira geral aumenta quando estamos numa novela". 
      Mães levaram bebês e crianças de colo para ficarem perto dele. Uma delas gritava: "Papai" para o ator, que diz ser estar sendo comum isso ultimamente, ao ser questionado se poderia ser comparado ao Papa Francisco. "Dia de papa eu tive em Fortaleza. Estava na piscina e traziam crianças para eu segurar", recorda. 
       Ele conta que quando aceitou viver o Michel de "Amor à vida" não sabia que faria cenas de nudez. "Novela é obra aberta", justifica, comemorando o destaque maior na trama de Walcyr Carrasco. "Geralmente quem fecha ou abre o capítulo são os protagonistas. E eu e a Maria (Casadevall, seu par romântico na história) já fizemos isso". 
       Caio garante ainda que não se incomoda mais com os rumores de que leva os romances da ficção para a vida real. "Do jeito que falam peguei todo mundo que fiz par nas novelas, é impressionante. As pessoas torcem pelo casal e acabam confundindo. Mas eu vejo pelo lado bom, tenho tanta coisa para fazer... Minha única preocupação era não ficar rotulado com um tipo de personagem só. Hoje não tenho mais medo disso".






Fonte: EGO

1 comentários:

Postar um comentário